terça-feira, 10 de julho de 2018

Prática da Autoaceitação x Prática da Autorrejeição (Exemplificando com a TRAIÇÃO)


Olá!!
Neste vídeo conto para vocês a partir de um exemplo sobre Traição (ou desejar um outro alguém quando se é comprometido) como pode ocorrer a autoaceitação ou autorrejeição.



Ho’oponopono é mágica?


Neste vídeo falo um pouco do Ho’oponopono, para quê serve e qual o objetivo: será que traz dinheiro? Traz um novo amor? Dá para conseguir emprego com Ho’oponopono? É só com Japamala que dá certo?

Vem comigo desmistificar esta excelente ferramenta de limpeza!





2º pilar (parte 3): Exercício para praticar a Autoaceitação – Incluindo meditação e Ho’oponopono


2º pilar: Aprender a Autoaceitação (parte 2) – ENCARE SUA SOMBRA





- Se não é possível aceitar algum sentimento, comportamento ou lembrança; se temos algum bloqueio contra algo; não adianta querer bloquear o bloqueio. O melhor é aceitar a nossa resistência. Ou seja, o primeiro passo é sempre aceitar como você está agora.

- Se não pode aceitar a experiencia, aceita a recusa dela, e se ainda não aceita que recusa, aceite que resiste em aceitar a resistência. Em algum momento você aceita algo e então parta daí!

- Podemos temer tanto os nossos talentos como as nossas imperfeições. Se os nossos traços negativos propõem o problema da inadequação, nossos talentos propõem o desafio da responsabilidade.

- Há 5 caminhos para uma “viagem interior” para entendermos nossa sombra:

1-pedir que os outros nos digam como nos vêem
2- descobrir o conteúdo das nossas projeções,
3-examinar nossos “lapsos” verbais e de comportamentos e investigar o que realmente acontece quando somos vistos de modo diferente do que pretendíamos;
4-analisar nosso senso de humor e nossas identificações,
5-estudar nossos sonhos, devaneios e fantasias.

2º pilar: Aprender a Autoaceitação (parte 1)



“Enquanto a autoestima é algo que experimentamos, a autoaceitação é algo que fazemos.”
“Escolho valorizar a mim mesmo, tratar-me com respeito, lutar por meu direito de ser”.

- Um dos pilares mais importantes para iniciar qualquer processo de mudança.

- Não posso aprender com um erro que nego ter cometido.

- Não posso vencer um medo cuja realidade eu nego.

- Aceitar não significa apreciar, ter prazer, ou aprovar. O que nos paralisa não é a aceitação, mas a negação.

- Há sempre algum contexto em que as ações mais ofensivas adquirem algum sentido. Não quer dizer que é justificável, somente compreensível. Me aceitar não quer dizer que vou viver me desculpando, racionalizando ou fugindo das responsabilidades.

- Quando não gostamos de algo, evitamos olhar, não queremos encarar/reconhecer que aquilo é nosso.

Exercício:
Fique diante de um espelho que o reflita inteiro e olhe para seu rosto e seu corpo. Perceba o que está sentindo. Não olhe para suas roupas ou a maquiagem, mas para você. Note se tem dificuldades de fazer isso, ou se está se sentindo pouco à vontade. É bom estar nu para fazer esse exercício. Por mais difícil que seja (e será) tente não fugir nem negar nada que vê. Diga a si mesma (o): “Sejam quais forem meus defeitos e imperfeições, aceito-me sem reservas e completamente”. Lembre-se aceitar, não significa gostar nem que você não possa desejar mudanças e melhorias. Mesmo que não aprecie tudo que vê, pode dizer: “Neste momento, eu sou assim. E não posso negar esse fato. Eu o aceito”. Isso é ter respeito pela realidade.

Faça todos os dias por duas semanas, durante dois minutos pela manhã e a noite.

- Estou sentindo medo e posso aceitar esse fato, mas eu sou mais do que o meu medo”. Pense: Reconheço meu medo e o aceito... e agora deixe-me ver se posso lembrar como me sinto quando não estou com medo. (Pode ser qualquer sentimento).

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Exercícios para Viver mais consciente e melhorar sua autoestima



Olá!!

Este é um vídeo de exercícios para você começar a treinar a viver de forma mais consciente e assim melhorar sua autoestima!
Na primeira parte dou algumas frases para serem completadas conforme explicação logo abaixo.
Na segunda parte, começo com o exercício com EFT,  a partir de 19 minutos e 20 segundos. E logo em seguida entro com Ho’oponopono, a partir de 27 min e 49 seg.

As frases que utilizei no vídeo foram:

Para mim, viver conscientemente é...
Se eu realizar com mais 5% de consciência as minhas atividades de hoje...
Se eu hoje prestar mais atenção ao modo como trato as pessoas...
Se eu viver com mais 5% de consciência os meus relacionamentos importantes...
Se eu pensar com mais 5% de consciência em (preencha com seu problema aqui)...
Quando eu reflito sobre como seria se eu vivesse mais conscientemente...
Quando eu reflito sobre o que acontece quando eu executo com mais 5% de consciência as minhas atividades...
Quando eu reflito sobre o que acontece quando vivo com mais 5% de consciência os meus relacionamentos importantes...
Quando eu reflito sobre o que acontece quando presto mais 5% de atenção a (o problema que usou antes)...
O mais difícil em permanecer com plena consciência aqui é...
O bom de não estar plenamente consciente aqui é...
Para que eu possa permanecer mais consciente aqui...
Se eu tentasse ter 5% a mais de consciência aqui...

Para trabalhar o exercício de conclusão de frases:

Use um caderno, computador ou grave (Neste caso você deverá repetir as bases/frases iniciais a cada vez antes de dizer os finais para elas. Depois ouça do começo ao fim e reflita).
Então o mais rápido possível, sem parar para pensar, escreva o maior número de finais para a frase inicial/base em questão em dois ou três minutos (nunca menos que seis a dez afirmações). Não se preocupe se seus finais são literalmente verdadeiros, se fazem sentido, ou se são “profundos”. Escreva qualquer coisa, mas escreva.
Naturalmente surgirão muitas repetições. Mas também novos finais inevitavelmente ocorrerão. O tempo gasto meditando sobre esses finais “atiça” o inconsciente criativo a gerar conexões e insights e a impulsionar o crescimento. Quando intensificamos a atenção e a percepção, tendemos a evocar uma necessidade de agir que expresse nosso estado psicológico.
Lembre-se em completar as frases gramaticalmente e se sua cabeça ficar vazia, invente os finais, mas não se permita deter pela ideia de que você não consegue. Faça mesmo que escreva coisas que julgue absurdas depois, mas não julgue no momento. Uma sessão destas não deve levar em média mais do que 10 minutos. Se demorar muito, provavelmente você estará pensando demais. Pense depois do exercício, não durante. Não faça menos que seis finais para uma base.
Faça um pouco todos os dias, você merece este tempo para você!!!!

1º Pilar: Viver conscientemente para elevar a autoestima



Neste vídeo falo sobre o primeiro pilar para melhorar sua autoestima, e gerar mais autoconfiança e autorespeito.

“Viver conscientemente significa querer estar ciente de tudo o que diz respeito a nossas ações, nossos propósitos, valores e objetivos – ao máximo de nossa capacidade, qualquer que seja ela – e comportarmo-nos de acordo com aquilo que vemos e conhecemos”.

Assista aos outros vídeos da série sobre autoestima:



Vídeo 1 - panorama geral sobre autoestima: https://www.youtube.com/watch?v=zuSfwLPpq6o&t=3s

Vídeo 2 - sobre o autoconceito: https://www.youtube.com/watch?v=8DHCPyWtaPM

Vídeo 3 - Profecia Autorrealizante = O QUE VOCÊ ACREDITA ACONTECE! Profecia Autorrealizante e AUTOSSABOTAGEM.

Vídeo 4 - Exercício “Nunca é o suficiente”(com Ho’oponopono e EFT e breve explicação sobre a culpa no Ho’oponopono)

Vídeo 5 - Os aspectos inconscientes na escolha do cônjuge  https://www.youtube.com/watch?v=ARF_OAvH_8s

Vídeo 6 - O Foco na ação - 6 atitudes para desenvolver a autoestima

Vídeo 7 - 1º Pilar: Viver conscientemente para elevar a autoestima




quarta-feira, 28 de março de 2018

Limpeza de crença “Nunca é o suficiente”(Ho’oponopono, EFT e mais)Obs:Culpa x Ho'oponopono -Vídeo 4


Olá!!

Neste vídeo ofereço um exercício escrito e uma limpeza de crenças (O exercício em si começa a partir de 12min e 30seg caso queira ir direto ao assunto, rsss. A partir de 21:04 entro com a EFT e Ho’oponopono no final) Eu uno dois exercícios juntos, mas se você quiser pode trabalhar apenas com o complemento de frases, ou apenas com a EFT e/ou Ho’oponopono. Também explico um pouco sobre o que é EFT e Ho’oponopono e uma certa polêmica em torno de uma mudança nesta técnica. É importante ressaltar que o Ho’oponopono NÃO é religião, e toda questão dogmática que ele DEVE ser de um jeito ou de outro só reforça esta ideia sobre ele. Faça aquilo que for o melhor para você mas não tome como uma verdade absoluta. A sua verdade pode ser bem diferente da verdade do outro.

 As frases utilizadas no vídeo são:
- Se a criança interior pudesse falar, diria...
- Uma das coisas que eu tinha de fazer para sobreviver era...
- O meu eu-criança precisa de mim para...
- Se eu fosse mais benevolente e carinhoso com o meu eu-criança...

 Para trabalhar o exercício de conclusão de frases: Use um caderno, computador ou grave (Neste caso você deverá repetir as bases/frases iniciais a cada vez antes de dizer os finais para elas. Depois ouça do começo ao fim e reflita). Então o mais rápido possível, sem parar para pensar, escreva o maior número de finais para a frase inicial/base em questão em dois ou três minutos (nunca menos que seis a dez afirmações). Não se preocupe se seus finais são literalmente verdadeiros, se fazem sentido, ou se são “profundos”. Escreva qualquer coisa, mas escreva. Naturalmente surgirão muitas repetições. Mas também novos finais inevitavelmente ocorrerão. O tempo gasto meditando sobre esses finais “atiça” o inconsciente criativo a gerar conexões e insights e a impulsionar o crescimento. Quando intensificamos a atenção e a percepção, tendemos a evocar uma necessidade de agir que expresse nosso estado psicológico. Lembre-se em completar as frases gramaticalmente e se sua cabeça ficar vazia, invente os finais, mas não se permita deter pela ideia de que você não consegue. Faça mesmo que escreva coisas que julgue absurdas depois, mas não julgue no momento. Uma sessão destas não deve levar em média mais do que 10 minutos. Se demorar muito, provavelmente você estará pensando demais. Pense depois do exercício, não durante. Não faça menos que seis finais para uma base.

 Outros vídeos sobre autoestima:

Vídeo 3: Profecia Autorrealizante = O QUE VOCÊ ACREDITA ACONTECE! Profecia Autorrealizante e AUTOSSABOTAGEM. https://www.youtube.com/watch?v=cFGCXqbuDQU

 Vídeo 2.1 Cuidado com as músicas que reforçam suas crenças: https://www.youtube.com/watch?v=CMFyqhimaIE

 Veja o vídeo 2 sobre o autoconceito: https://www.youtube.com/watch?v=8DHCPyWtaPM

 Veja o Vídeo 1 com um panorama geral sobre autoestima: https://www.youtube.com/watch?v=zuSfwLPpq6o

 Grata por sua existência e por você ser quem você é!
 Eu sinto muito, me perdoe, Te amo Sou grata!
A paz começa comigo